Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » SBVC ajuda varejo a entender transformações do sistema financeiro

SBVC ajuda varejo a entender transformações do sistema financeiro

Entidade cria Comitê do Novo Mercado Financeiro para discutir os impactos de PIX, Open Banking e Interoperabilidade sobre o varejo

O sistema financeiro passa, quase simultaneamente, por três grandes ondas de transformação. Ao mesmo tempo em que o PIX, sistema de pagamentos instantâneos, entra no ar, a interoperabilidade e o Open Banking também ganham espaço, mudando as relações entre as empresas e os consumidores.

“O PIX é um tema quente por si só, pois afeta cartões de débito, boletos, TEDs e DOCs”, comenta Wagner Aguado, membro do recém-criado Comitê do Novo Mercado Financeiro da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC). “A interoperabilidade, que também chega ao mercado em novembro, tem um impacto fenomenal sobre o varejo. Soma-se aí o Open Banking, previsto para o ano que vem, e temos um período de uma imensa transformação no varejo e nas relações com fornecedores, parceiros de negócios e consumidores”, analisa.

Para Aguado, a interoperabilidade trará, entre outras consequências, uma concorrência muito maior de funding para a antecipação de recebíveis. “O varejo terá novas facilidades em sua operação e, por isso, precisa estar atento a essas oportunidades para aumentar sua eficiência”, diz. Já o Open Banking tem o potencial de acelerar a desconcentração do setor financeiro. “Hoje cinco bancos dominam o mercado. O Banco Central vem agindo ativamente, com o PIX e com o Open Banking, para criar mais concorrência, o que é muito benéfico para o setor”, acredita o executivo.

O Comitê do Novo Mercado Financeiro da SBVC desenvolverá conteúdo sobre as transformações do sistema financeiro, além de encontros e/ou “lives” para discutir o PIX, a interoperabilidade e o Open Banking. “Queremos aumentar o conhecimento do varejo sobre esses temas muito importantes, gerar informação e estimular o debate. O varejo terá novas oportunidades e ameaças com as mudanças que estão acontecendo no sistema financeiro. Quanto mais informação as empresas tiverem, mais elas estarão preparadas para esse novo cenário”, completa.

Fonte: Redação SBVC