Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Final de ano: celular é o canal de vendas mais usado

Final de ano: celular é o canal de vendas mais usado

Quase 90% dos consumidores basearão suas buscas por produtos nos smartphones; uso de aplicativos também será alto

Por Redação

Com o final do ano se aproximando, a pesquisa da Digital Turbine procurou saber como os brasileiros pretendem realizar as suas compras e o que pretendem comprar. Para 89% deles, o canal de vendas mais utilizado para o Natal certamente serão os smartphones e o consumo deverá girar em torno de seis produtos.

Além disso, 57% já pretendem utilizar o celular para as compras do Dia das Crianças, com intenção média de dois itens; e 53% garantem que as compras da Black Friday também serão realizadas pelo mesmo canal, comprando em média três produtos. “Decidimos acompanhar de perto este mercado, ouvindo os brasileiros sobre as suas preferências de compra quando utilizam o smartphone. Foram questionadas suas motivações e intenções até o final deste ano”, explica Bruna Leite, head of sales LATAM da Digital Turbine, acrescentando que o levantamento foi impulsionado pelo período conhecido como “alta temporada dos aplicativos, onde há uma corrida contra o tempo em busca de novos clientes, por meio do aplicativo, para que eles se tornem membros pagantes de uma assinatura por conteúdo ou façam compras através do app”, por exemplo. 

O mercado de apps é algo que já faz parte da rotina dos brasileiros: 40% deles aumentaram o uso de seus smartphones durante o pico da pandemia; 59% acreditam que vão continuar usando o aparelho, na mesma medida, mesmo após o período pandêmico;  20% não ficam mais de 30 minutos longe do celular e 19% conseguem ficar longe do aparelho por no máximo 1 hora.

Sobre os motivos que os levam a preferir o smartphone para comprar, 70% é porque querem ganhar tempo e 54% para evitar sair de casa na pandemia. Por outro lado, o computador também não deixou de ser usado, por conta da facilidade na navegação e visualização. Os consumidores ainda consideram importante também comprar de uma loja segura, que economize no frete e seja fácil de navegar, porém 68% preferem comprar mais pelo celular do que pelo computador. Mas quando se trata de segurança, 24% ainda não consideram a compra mobile segura.

De uma forma ou de outra, a pesquisa constatou que 92% dos brasileiros compram pelo celular, principalmente após a pandemia.

O levantamento também incluir as compras em lojas físicas e constatou que 68% dos brasileiros ainda preferem frequentá-las pelo fato de poder experimentar uma peça, ver antes de comprar ou não ter que pagar frete (58%).

Fonte: Super Varejo