Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Ruptura nos supermercados tem redução de 31%

Ruptura nos supermercados tem redução de 31%

Uma semana após o fim da greve dos caminhoneiros, o problema da falta de produtos nos supermercados vai sendo resolvido gradativamente. Um levantamento da Neogrid e da Nielsen, com base na movimentação de 25 mil lojas do setor supermercadista, aponta que a recuperação da ruptura está em 31%, faltando, portanto, 69% para voltar à normalidade.

A ruptura média no setor supermercadista está em 9,5%. Abaixo dos 10,6% registrados no dia 30/05, porém ainda longe dos 7,1% apurados antes da paralisação.

A análise mostra que fabricantes e CDs já retomaram o abastecimento, no entanto os consumidores ainda podem ter dificuldades para encontrar variedade de produtos. “Como a indústria sofreu com a falta de matéria-prima para produção, devem faltar fragrâncias, sabores ou apresentações/embalagens. Esses produtos podem levar cerca de um mês para estarem novamento nas gôndolas”, afirma Robson Munhoz, vice-presidente de operações da Neogrid.

No caso das categorias de maior giro/ produtos básicos, a retomada do abastecimento tem sido mais rápida. Itens como arroz, feijão, frutas, verduras e legumes já apresentam mais de 60% de recuperação. A expectativa é de que a disponibilidade desses produtos volte à normalidade total em um prazo de 15 a 20 dias.

Fonte: Supermercado Moderno

Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook