Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Não há lugar para todos na “guerra das maquininhas”

Não há lugar para todos na “guerra das maquininhas”

A guerra das maquininhas traz benefícios para consumidores e lojistas, mas é fato que nem todos os atores vão sobreviver a essa batalha, afirmou ao Convergência Digital, o presidente da Rakuten no Brasil, René Abe. Segundo ele, o segmento exige uma grande organização para as margens cada vez menores e o nome do jogo é e será sempre: escala. “Há muitas empresas entrando no mercado de meios de pagamentos. Muitas não vão vingar, mas é importante ter esse ecossistema acontecendo”, observa Abe.

Na jornada digital, o comércio eletrônico tem de dar o passo para a simplificação, acrescenta ainda o executivo. E um dos pontos mais críticos do ecommerce  – as fraudes- não serão extintas. “Fraudes sempre vão acontecer, mas é possível, com a inteligência artificial, detectar e identificar os padrões fraudulentos. Mas não vamos nos enganar: as fraudes sempre vão existir porque elas existem desde sempre no comércio. Cabe a nós, usar a tecnologia a nosso favor e estamos fazendo isso”, acrescenta René Abe.

Com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais entrando em vigência no segundo semestre de 2020, a atualização das plataformas – que já era obrigatória – ganha ainda mais lugar estratégico. “Ferramentas desatualizadas abrem brechas na segurança da informação”, atesta o presidente da Rakuten do Brasil. Nessa linha, a empresa está oferecendo o Rakuten Pay para a integração com o Magento 2. Dessa forma, o Rakuten Pay passa a ser o único facilitador de pagamento a atender todas as versões da série Magento 2, usando de forma completa os pontos de integração fornecidos pela plataforma.

“É uma conquista importante, pois a maioria dos facilitadores de pagamento ainda estão integrados apenas ao Magento 1 que, por sua vez, não receberá mais atualizações a partir de junho de 2020. E sem essas garantias de suporte, os lojistas não mais receberão patches de segurança ou de novas funcionalidades. Além disso, a integração pioneira é uma grande contribuição da empresa ao ecossistema Open Source”, afirma o CEO e presidente da Rakuten Brasil.

O desenvolvimento da extensão do Rakuten Pay segue 100% as convenções e boas práticas definidas pela plataforma Magento e está imediatamente disponível no site de APIs da Rakuten Digital Commerce, o Rakuten Connector. “Tivemos o cuidado de seguir todas as especificações estabelecidas para o lançamento do Magento 2, diminuindo sensivelmente problemas nas integrações de extensões durante o processo de atualização e manutenção”, complementa Abe. Os principais beneficiados são os lojistas que já utilizam a plataforma Magento 1 e que não encontram hoje uma alternativa concreta de atualização para a série 2 da plataforma, além daqueles que pretendem começar a operação de uma nova loja usando o Magento 2.

Fonte: Convergência Digital