Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » IMC fecha acordo para incorporar Pizza Hut e KFC no Brasil

IMC fecha acordo para incorporar Pizza Hut e KFC no Brasil

A International Meal Company Alimentação (IMC), dona da rede de restaurantes Frango Assado e Viena, entre outros, fechou acordo de associação com a Família Martins, proprietária da MultiQSR Gestão de Restaurantes, indiretamente detentora de direitos de masterfranquia dos sistemas Pizza Hut e KFC no Brasil. O acordo contempla a incorporação, pela companhia, das ações da MultiQSR.

O acordo entre os grupos começou a ser costurado no início deste ano. As conversas iniciaram-se em janeiro, depois que o acordo da IMC com a empresa de refeições corporativas Sapore não avançou.

Com a implementação da incorporação, a Família Martins receberá, em conjunto, 29.387.930 ações ordinárias de emissão da companhia, nesta data equivalentes a 15% do total de ações ordinárias da companhia.

A relação de substituição baseia-se na avaliação da Multi QSR em 31 de março de 2019 em virtude de sinergias e análise de fluxo de caixa descontado, transações precedentes com empresas comparáveis e múltiplos de empresas comparáveis, e na avaliação da companhia em R$ 1.332.252.800,00, equivalente a R$ 8,00 por ação.

A combinação da IMC com os sistemas Pizza Hut e KFC, caso implementada, resultará em uma companhia única no setor de food service que, considerando 2018, teria faturado mais de R$ 1,8 bilhão em receita bruta (ou aproximadamente R$ 2,3 bilhões, considerando o faturamento também de franqueados) e mais de 460 pontos de vendas (incluindo e um portfólio de marcas como Frango Assado, Viena, KFC, Pizza Hut, Margaritaville, entre outras.

A empresa dos Martins é masterfranqueadora das marcas de alimentação Pizza Hut, KFC e Taco Bell, com cerca de 300 unidades, segundo dados de abril. A IMC controla cerca de 15 negócios (considerando as marcas menores em aeroportos). Entre as cadeias principais estão Frango Assado, Viena e Olive Garden. Em dezembro, eram 225 unidades da IMC no mundo. A rede tem pontos nos Estados Unidos e no Caribe.

Fonte: Valor Econômico