Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Carrefour aumenta número de mulheres na segurança das lojas

Carrefour aumenta número de mulheres na segurança das lojas

A rede de supermercados Carrefour planeja igualar a quantidade de mulheres e homens que atuam nas posições de vigilantes, fiscal de piso e porteiro, com equiparação salarial. Para isso, criou um projeto para que todas as empresas terceirizadas de segurança trabalhem com metas de contratação. Assim, a empresa prevê que até o final de 2020, a presença feminina nas funções de segurança e gestão de riscos do Carrefour deve crescer consideravelmente.

“O projeto tem grande importância para nós, pois são visões complementares para atuar com as inúmeras situações com as quais lidamos diariamente”, explica o diretor de gestão de riscos da companhia no Brasil, Jerome Mairet.

As duas maiores empresas terceirizadas que atendem ao Grupo Carrefour Brasil neste ramo já atuam com a participação de mulheres, e o objetivo da companhia para o ano que vem é chegar a 50% de funcionárias em funções de vigilância.

A promoção de um ambiente diverso e inclusivo tem sido uma vertente muito importante para o Carrefour. A causa recebe investimentos maciços anualmente e possui, inclusive, um setor próprio, a Gerência de Diversidade e Inclusão, criada em 2012.

“Atualmente, cerca de 40% dos cargos de liderança da companhia já são ocupados por mulheres e nossa meta é conseguir chegar o mais próximo possível dos 50%, reforçando a importância da equidade entre os gêneros e raças. Para isso, trabalhamos em todas as áreas da companhia para conscientizar e educar a todas as pessoas, mas principalmente aos líderes, para que juntos consigamos dar novos passos neste sentido”, conclui a Gerente de Diversidade e Inclusão do Grupo Carrefour Brasil, Karina Chaves.

Fonte: SuperVarejo