Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Raia Drogasil quer continuar focando no crescimento digital

Raia Drogasil quer continuar focando no crescimento digital

No primeiro trimestre, os canais online representaram 7,7% das vendas da rede de farmácias, superando pico do isolamento social

Por Christian Favaro

A Raia Drogasil continua mirando crescer no seu braço digital, afirmou o presidente da empresa, Marcílio Pousada. No primeiro trimestre, os canais digitais representaram 7,7% do varejo do grupo, superando o patamar registrado no segundo trimestre de 2020, de 7,6%, no pico do isolamento social. “O canal digital vai trazer margens melhores e vamos investir para isso”, disse o executivo.

A empresa aumentou em cinco vezes o número de cidades com acesso à rede de farmácias com entregas motorizadas nos últimos doze meses, atingindo um total de 354 cidades ao fim do trimestre. De todas as transações digitais da empresa, 84% foram atendidas pelas farmácias, com 85% destas entregues em menos de 4 horas.

A empresa tem um modelo de negócio que favorece uma redução no custo para se entregar os medicamentos, disse o executivo. “A gente já tem 2,3 mil centros de distribuição pequenos”, disse, em referência às lojas, que são posicionadas próximas aos clientes. “A gente manda produtos para as lojas diariamente. O nosso frete é só a última milha. É muito barato o frete para a gente “, disse, destacando que há ainda o modelo compre e retire.

Segundo os executivos da empresa, a despesa de entrega hoje é uma das menores do mercado, na casa de 3% e 4% das vendas. “É pouco se comparar com os players. O grande diferencial nossos é a proximidade dos clientes”, disse o vice-presidente de planejamento corporativo, RI e M&A, Eugênio De Zagottis.

Sobre 2021, as perspectivas são positivas. “Tivemos resultado muito bom e nos anima muito para o ano”, afirmou o presidente. A empresa se disse satisfeitas com os resultados no primeiro trimestre, mesmo com a base de comparação complexa – que levou a uma corrida às farmácias nos primeiros meses do ano passado.

Já em abril, o grupo antecipou que a receita cresceu 35,5% no ano, em função da fraca base de comparação.

Segundo De Zagottis, o resultado de abril já sinaliza que o grupo não deverá registrar uma queda nas vendas como aconteceu no ano passado no período. “A gente vê demanda acelerando. Isso é muito bom. Essa segunda onda não muda o norte de vendas que tínhamos”.

A Raia Drogasil registrou lucro líquido de R$ 176,2 milhões no primeiro trimestre deste ano, o que representa alta de 42% em relação ao mesmo período de 2020. O lucro líquido ajustado somou R$ 177,9 milhões, alta de 16,5%. A receita líquida avançou 13,5% entre os trimestres, para R$ 5,62 bilhões.

Fonte: Valor Invest