Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Namorados: compras virtuais devem crescer 52% este ano

Namorados: compras virtuais devem crescer 52% este ano

Mesmo diante da pandemia, expectativa é de aumento acima de 150% nas vendas em dois segmentos: alimentos e bebidas; e home tech

Por Redação

De acordo com projeções da Synapcom, as compras no comércio eletrônico devem crescer 52% entre 1º e 12 de junho, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Além disso, a empresa estima um aumento expressivo em dois segmentos: consumo – alimentos e bebidas – (404%) e home tech (156%). “O Dia dos Namorados é uma data importante para o comércio e como os passeios no shopping ainda devem ser evitados, o e-commerce se torna a melhor alternativa para quem quer presentear nessa data especial. É uma opção que traz várias vantagens, como receber as compras em casa e a possibilidade de optar por entregas no mesmo dia ou no dia seguinte, dependendo de onde o consumidor morar”, comenta Eduardo Fregonesi, CEO da Synapcom.

Já de acordo com estimativas da fintech Acqio, o Dia dos Namorados deve representar alta de até 18% nas vendas com cartão ante 2020. Segundo o levantamento, o varejo deve observar uma alta no volume de transações processadas por cartão de crédito e débito de 7% na semana que antecede o evento, e de 18% somente no dia 12 de junho – ante o ano anterior.

A projeção da Acqio segue em linha com o esperado pelo comércio brasileiro. Estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aponta que a data deve movimentar cerca de R$ 1,65 bilhão, já descontada a inflação. A cifra representa uma alta de 2,5% em volume de vendas em relação a igual período do ano passado.

Ainda segundo dados da Acqio, o tíquete médio dos pedidos deve somar R$ 71 na data deste ano, com o segmento de vestuário, como roupas e sapatos, se destacando. Itens relacionados à alimentação também devem ter alta no número de vendas.

Já de acordo com a Neotrust, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, a data deve gerar um faturamento de R$ 6,9 bilhões no varejo digital, cifra que representa um aumento de 10% em comparação ao ano passado. O estudo leva em conta o período de 28 de maio a 11 de junho.

Apesar do incremento na receita, o Dia dos Namorados data deve ter uma leve queda no volume de compras. A estimativa é que no período sejam feitos 15,2 milhões de pedidos, montante 3% menor no comparativo. Ainda assim, os brasileiros devem gastar mais: segundo a Neotrust, o tíquete médio deve ter alta de 12%, atingindo R$ 452,00.

“Analisando o comportamento dos consumidores e o histórico da data no varejo digital, a tendência é uma ligeira queda nas vendas para 2021. Apesar disso, a maior confiança dos brasileiros em comprar online deve render um aumento no tíquete médio e, como consequência, uma alta no faturamento no e-commerce”, afirma Fabrício Dantas, CEO da Neotrust.

Fonte: Monitor Mercantil