Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » IMC muda estratégia no Brasil

IMC muda estratégia no Brasil

Vendas digitais aquecem expansão de Pizza Hut e KFC

Por Redação

 Dona das redes Frango Assado, KFC e Pizza Hut, a International Meal Company iniciou uma agenda de transformação no Brasil, que, no segundo trimestre, correspondeu a 47% de sua receita global. Os focos são a aceleração da expansão e digitalização, além de novas lideranças no negócio. “Antes da pandemia, nossas vendas via e-commerce representavam 10% do total e, hoje, já chegam a 50% em algumas regiões. Então a expansão acontecerá conectada a esse novo normal. O perfil de lojas e as ferramentas de vendas mudam”, explica Alex B. X. Pinto, CMO da IMC, com exclusividade ao Jornal Giro News. Até o momento, o KFC abriu 27 restaurantes este ano e a Pizza Hut, 14. Depois de oito anos, o Frango Assado retomou sua expansão, com uma inauguração que acontecerá nos próximos dias.

Expansão de Store in Store
  Consideradas os focos da companhia no Brasil, as franquias atingiram 118, 230 e 26 unidades, respectivamente. Um dos modelos que ganhará novas lojas é o store in store. “São dez unidades do formato, de Pizza Hut dentro do Frango Assado, e vamos continuar expandindo até o final do ano. Já temos um modelo novo, que será apresentado nos próximos dias”, antecipa Alex. Segundo o executivo, em setembro, a IMC conseguiu performances superiores ao mesmo mês de 2019. “O mercado de alimentação está caminhando para uma nova normalidade, diferente de antes da pandemia. Ainda que o fluxo de pessoas volte aos shoppings, o comportamento do consumidor é diferente, assim como o mix de produtos e canais. Talvez a frequência diminua, mas ele não abandonará o delivery.”

Omnicanalidade nos Restaurantes
  Neste cenário, as dark kitchens – espaços para o preparo de pedidos feitos pelo delivery – também estão sendo mapeadas pela companhia. “Nosso objetivo tem sido maximizar o faturamento das lojas existentes, disponibilizando canais digitais. Atualmente, praticamente 100% das nossas lojas estão conectadas ao online.” Com 504 unidades no Brasil, sendo 240 próprias, a IMC quer direcionar sua expansão ao Rio de Janeiro e à região Nordeste. Para Alex, o delivery e o atendimento presencial são mercados diferentes e que não necessariamente se canibalizam. Por isso, para 2022, a meta é continuar digitalizando a operação. “Queremos crescer mais usando plataformas próprias, com uma para cada rede e uma forma única de gestão de last mile”, finaliza o CMO.

Fonte: GiroNews