Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Brasileiro vai manter o pagamento por aproximação no pós pandemia

Brasileiro vai manter o pagamento por aproximação no pós pandemia

Estudo do Instituto Locomotiva confirma que a tecnologia difundida com a pandemia, se perpetuará em todo o varejo

Por Redação

O pagamento por aproximação ganhou força com a pandemia como uma alternativa para diminuir o contato na hora de realizar uma compra e evitar o contágio do coronavírus. A tecnologia, no entanto, caiu no gosto dos brasileiros e 63% dos trabalhadores continuam utilizando essa forma de pagamento.

Segundo uma pesquisa encomendada pela VR ao Instituto Locomotiva, 27% dos entrevistados passaram a usar o pagamento por aproximação após a pandemia e 25%, que já usavam, passaram a usar mais. Outros 11% continuam usando da mesma forma. O estudo foi realizado no segundo semestre de 2021 e ouviu trabalhadores da base VR de todo o Brasil.

O estudo apontou também que 9 em cada 10 trabalhadores pretendem continuar usando a modalidade depois do fim da pandemia.

Experiência mais fluida

“As tecnologias sem contato melhoram a vida das pessoas e empresas, pois economizam tempo, criam uma experiência mais fluida e até podem aumentar a segurança, como no contexto atual de pandemia. Vieram para ficar e já nos fazem refletir como vivíamos sem elas” conta Paulo Roberto Esteves Grigorovski, diretor-executivo de Marketing e Serviços ao Trabalhador da VR.

Em comparação a 2020, nota-se que aos poucos a forma de pagamento vem sendo incorporada à rotina dos trabalhadores. Foi registrado uma redução na proporção daqueles que não utilizam o pagamento por aproximação, de 45% a 37% entre 2020 e 2021.

Fonte: Super Hiper