Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Índice Zara: Brasil continua sendo país mais caro em vestuário

Índice Zara: Brasil continua sendo país mais caro em vestuário

O Brasil continua sendo o país mais caro em produtos de vestuário, de acordo com o “Índice Zara”, do BTG Pactual, que compara os preços de peças vendidas pela rede varejista Zara nos Estados Unidos, com preços praticados em 47 países. No ano passado, o banco comparou preços em 44 países e o Brasil também liderou o ranking.

De acordo com o levantamento mais recente, o Brasil apresenta preços 6% mais altos do que os verificados na lojas da Zara nos Estados Unidos. Em seguida estão a Suíça e Tailândia, com preços 5% mais altos; Coreia do Sul, com preços 4% maiores; Rússia, com preços 2% mais altos; Hong Kong e Japão, com uma diferença de 1% em relação às lojas americanas.

Os demais países operam com preços abaixo da média americana, sendo que os preços mais baixos são vistos na Espanha e na Hungria, com valores 35% mais baixos em comparação às lojas Zara dos EUA.

O banco observou no relatório que a diferença de preços no Brasil em relação aos EUA foi menor neste ano, de 6%, ante 18% na pesquisa do ano anterior. Em 2018, o real desvalorizou 14% em relação ao dólar. Já em 2019, a desvalorização foi de 5%.

Fonte: Valor Invest