Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Rede de varejo aumenta preços de produtos que mães não querem ganhar

Rede de varejo aumenta preços de produtos que mães não querem ganhar

Uma rede de lojas localizada no Peru decidiu dar uma forcinha para pais e filhos não escorregarem na hora de presentear as mães no próximo domingo. A varejista Oeschle aumentou os preços de produtos como avental, balança, escorredor e tábua de corte justamente para que não sejam comprados como ‘presentes’ no Dia das Mães.

ctv-hjo-presentediadasmaes

Com o slogan “Lo que Mamá Sí Quiere” (O que a mamãe quer), o vídeo da loja nas redes sociais traz a reação das mães ao ganharem presentes pouco ou quase nada atraentes. O filme, depois, mostra os novos preços de seus utensílios domésticos, segundo a empresa, não indicados para as mulheres.

Caso um filho peruano queira dar uma balança de presente terá que desembolsar 8.572 novos sóis, cerca de R$ 8.300, e não mais 59 novos sóis (R$ 57,15). Um avental de cozinha que antes custava 19,90 novos sóis (R$ 19,28) passou para 4.341 novos sóis, o equivalente a R$ 4.204. Flores de plástico, que custavam 25 novos sóis (R$ 24,22) passaram a custar 5.635 novos sóis (R$ 5.458,06).

Assista abaixo o filme da loja para o Dia das Mães:

 

Fonte: Estadão

Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook