Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Rede de supermercados investe na educação dos funcionários

Rede de supermercados investe na educação dos funcionários

Com o apoio das orientadoras e estímulo de algumas amigas, Ângela Souza concluiu o Ensino Médio aos 50 anos. O curso de dois anos de duração era feito depois do expediente duas vezes por semana, no próprio trabalho. “Sempre acreditei que quem não tem o segundo grau completo, não tem nada. Depois da conclusão do telecurso, eu pude elevar meu cargo dentro da empresa e, consequentemente, o meu salário aumentou”, disse ela.

Ângela começou como repositora de mercadorias e hoje atua como fiscal patrimonial na rede de supermercados Prezunic. Agora, aos 52 anos, a carioca, moradora de Bangu, sonha cursar uma universidade. “Meu sonho é fazer veterinária. Vou chegar lá”, afirma.

Como ela, cerca de 2.500 colaboradores já concluíram o Ensino Médio ou Fundamental através do programa Telecurso – tecnologia educacional reconhecida pelo MEC -, que a rede de supermercados oferece há 14 anos, desde sua inauguração.

“O projeto de educação surgiu para suprir as necessidades de colaboradores que não tiveram oportunidade ou, por algum motivo, não conseguiram concluir os estudos em idade escolar. Ter a oportunidade de seguir com a educação no próprio local de trabalho, e, com ela, ter a chance de crescimento na empresa, candidatando-se a a seleções internas, torna-se o primeiro passo uma grande carreira profissional”, afirma Ana Behrens, gerente de RH da rede.

No Prezunic, o programa conta com 15 orientadoras que atuam transmitindo conteúdos do ensino médio. “Ter pessoas bem qualificadas, que façam a diferença na hora de atender os clientes, com produtos e serviços de qualidade, é primordial. Desenvolver os colaboradores deve fazer parte do negócio de toda empresa”, afirma Ana.

Os colaboradores interessados se inscrevem nas aulas, que são oferecidas em salas especiais uma ou duas vezes por semana, de 08:00 às 17:00. Eles contam com o auxílio de apostilas, vídeos e exercícios, utilizadas pelo Governo do Estado, juntamente com a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro.

 

Fonte: Jornal do Brasil

Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook
  • Nenhuma categoria