Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Pague Menos faz 100 novas parcerias para impulsionar hub de saúde

Pague Menos faz 100 novas parcerias para impulsionar hub de saúde

Com foco em ampliar seu hub de saúde, a empresa cearense Pague Menos fechou 2020 com mais de cem novas parcerias. Segundo divulgação da rede de farmácias, foram oferecidos no último ano serviços farmacêuticos e descontos, além de mais de 10,7 milhões de atendimentos a clientes parceiros e conveniados.

Dentre as parcerias iniciadas, destacam-se Hapvida, Intermédica, Lojas Marisa, Riachuelo, OAB, Ben Santander, Prevent Senior, além das Unimed espalhadas pelo País. Clubes de futebol, como o Fortaleza e o Ceará, também entram nos acordos.

Ao longo da pandemia, a rede aproveitou a relação com essas empresas e apoiou iniciativas de saúde para os colaboradores de companhias afiliadas, como testes de Covid-19, aferição de pressão e glicemia, entre outros serviços farmacêuticos oferecidos pelo Clinic Farma. Em 26 estados e no Distrito Federal, a Pague Menos possui mais de 1.100 unidades.

“Os nossos consultórios farmacêuticos Clinic Farma estão presentes em mais de 800 lojas em todos os estados, o que nos permite estar mais próximos das empresas parceiras. É mais do que oferecer um desconto, e sim contribuir com a gestão de saúde das empresas de forma efetiva, ajudando os seus colaboradores a aderirem aos tratamentos no tempo e da forma certa, oferecendo-lhes orientações e atenção”, afirma, em nota, Mathias Costa, gerente executivo de Vendas Empresariais.

Os consultórios Clinic Farma fazem parte da construção do hub de saúde da Pague Menos, com serviços farmacêuticos diversos, como vacinação, exames, acompanhamento para quem busca perder peso ou parar de fumar, entre outros. Segundo a empresa, a venda dentro dessa modalidade de parceiros praticamente triplicou em 2020 ante 2019.

Neste ano, o plano da Pague Menos para é continuar investindo neste conceito, fortalecer a estratégia de convênios e parcerias, desenvolver novos benefícios, aumentar a integração com o e-commerce, entre outras inovações.

Fonte: O POVO