Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Contra feminicídio, Magazine Luiza coloca disque-denúncia em seu app

Contra feminicídio, Magazine Luiza coloca disque-denúncia em seu app

Iniciativa ajuda consumidores da marca a denunciarem casos de ataques contra mulheres. A rede varejista Magazine Luiza tem a personagem Lu como o grande rosto da marca, servindo como uma atendente virtual que foge da despersonalização dos bots e acaba por criar simpatia e proximidade com os consumidores. Sendo uma mulher brasileira do século 21 e representando os valores da empresa, a Lu parece não fugir da briga quando o assunto é assédio, sexismo e feminicídio.

Aproveitando o Dia Internacional da Mulher, que aconteceu no último dia 8, a marca anunciou uma nova funcionalidade fixa de seu app de e-commerce: um botão de denúncia para casos de violência contra a mulher. O botão faz com que a pessoa ligue diretamente para o número 180, a Central de Atendimento à Mulher – medida adotada em 2005 pelo governo federal.

A ideia do botão é simples. A marca se baseou em estudos que mostravam que, no último ano, 1 entre 3 brasileiros já presenciara algum tipo de ataque contra uma mulher, mas 99% não sabiam como denunciar tal crime. Se 26 milhões de pessoas já baixaram o app da Magazine Luiza, um botão que facilita tal denúncia é mais do que bem-vindo.
A campanha da marca para anunciar a novidade do app usa o mote “Eu meto a colher a sim” – uma resposta ao tal ditado “Em briga de marido e mulher, não se mete a colher”.

Não é a primeira vez que a Magazine Luiza levanta essa bandeira e o app serve de segunda etapa de uma campanha que começou em 2018. Naquele ano, no Dia da Mulher, a marca lançou um canal interno para receber denúncias de ataques contra mulher e também distribuiu colheres para levantar a bandeira do “Eu meto a colher sim”.
Fonte: Exame