Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » IMC rescinde acordo de fusão com Sapore

IMC rescinde acordo de fusão com Sapore

A IMC, dona das redes de restaurantes Viena e Frango Assado, decidiu rescindir o acordo de fusão com a Sapore, terceira maior operadora de restaurantes corporativos no país. A união das duas empresas foi anunciada em junho deste ano e criaria uma companhia de alimentação de R$ 3,1 bilhões de receita e mais de 24 mil funcionários.

Segundo comunicado da IMC divulgado nesta noite, a decisão foi tomada nesta segunda-feira por seu conselho de administração após término dos trabalhos de auditoria.

“Com base nas conclusões apontadas naqueles trabalhos verificou-se que as condições suspensivas previstas no acordo de associação não foram implementadas”, observou a companhia no texto enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). E prosseguiu: “Diante disso, e considerando que não houve consenso com os representantes da Sapore quanto a certas questões identificadas na auditoria, o conselho de administração da IMC, visando preservar o interesse da companhia e de seus acionistas, se reuniu nesta data e deliberou rescindir o acordo de associação, nos termos ali previstos.”

A companhia não descartou, no entanto, avaliar “futuras novas oportunidades, inclusive com a própria Sapore”.

A proposta de união das duas companhias chegou a receber sinal verde do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em julho.

No comunicado desta noite, a IMC também informou que seu conselho aprovou um novo programa de recompra de ações para aquisição de até 13 milhões de papéis, correspondentes a 7,98% das ações em circulação, pelo prazo máximo para aquisição de um ano, contados a partir de 18 de setembro.

Outra medida aprovada pelo colegiado foi a proposta de redução do capital social da IMC no valor de R$ 100 milhões, sem cancelamento de ações. Essa redução será submetida ainda à apreciação dos acionistas em assembleia geral prevista para 4 de outubro.

Fonte: Valor Econômico