Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Iguatemi Porto Alegre cresce com mix voltado ao luxo

Iguatemi Porto Alegre cresce com mix voltado ao luxo

Comemorando 43 novas operações concretizadas ao longo de 2019 – parte delas ainda por abrir as portas -, o Shopping Iguatemi parece viver um mundo à parte da crise econômica que se abateu sobre o Estado nos últimos tempos. Em balanço divulgado nesta segunda-feira, o primeiro shopping de Porto Alegre exibiu números reluzentes neste final de ano, como projeção de alta de 8% nas vendas e ampliação do segmento de luxo. Entre dezembro deste ano e janeiro de 2020, o Iguatemi passará a contar com a primeira loja Dolce & Gabbana da Capital.
Na torre comercial Iguatemi Business, o centro de compras já sediou evento para clientes convidados da Gucci e, há cerca de um ano, conta com uma operação da Louis Vuitton. O índice de vacância na ocupação dos pontos de venda é de apenas 1,5% ante média de 7,4% nos empreendimentos da Região Sul como um todo, segundo dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), compara a gerente-geral do empreendimento, Nailê Santos. “Isso representa apenas cinco espaços vazios. O restante dos tapumes são de operações que vão abrir nas próximas semanas”, comemorou a executiva.
As vendas totais do Iguatemi devem encerrar 2019 com alta de 8%, com destaque para incremento de 34% no faturamento do setor de saúde e beleza, 10% na área de gastronomia e 14% no fluxo de cinéfilos que transitaram e consumiram no local. O volume de veículos nas vagas de estacionamento registrou incremento de 8,5%. Além do aumento no trânsito de pessoas que foram ao shopping atraídos por uma “boa safra de filmes”, diz Nailê, o mercado de luxo vem se sobressaindo como um atrativo do centro de compras.
“A Gucci fez um evento de três dias aqui e obteve números impressionantes de vendas. Assim como a da Louis Vuitton, que ficaria apenas por um período determinado, em 2018, depois prorrogou por duas vezes e já está há um ano instalada aqui”, exemplificou a executiva.
Apesar da crise financeiro do Rio Grande do Sul, Nailê afirma que o centro de compras e o consumidor gaúcho tem chamado a atenção de grandes marcas nacionais e estrangeiras. A executiva afirma que o perfil mais “econômico” dos moradores do Rio Grande do Sul vem mudando, e a Capital passou a atrair grandes nomes do mercado de luxo.
“Eu diria que o gaúcho passou a valorizar mais produtos de alto nível. E comprar em lojas daqui, em vez de em uma viagem ao exterior, permite o parcelamento no cartão de crédito. Isso tem estimulado as vendas mesmo entre quem costuma viajar para fora do Brasil e não quer ter que pagar tudo em apenas uma vez”, pondera Nailê.
O shopping também contabiliza, ainda, os lucros da expansão do local em 2016, o que incluiu operações voltadas ao mundo corporativo. Somando a torre de salas comercias do Iguatemi Business aos Escritórios Boutique, localizados dentro do centro de compras, o shopping ganhou um fluxo extra diário de, aproximadamente, 1,5 mil pessoas. O número leva em conta apenas quem trabalha no Iguatemi Business, explica a gerente de marketing do empreendimento, Andrea Quintana.
“Esse número não inclui visitantes e clientes desses escritórios e salas comerciais. Além disso, temos investimentos constantes na renovação do shopping, na organização de eventos próprios e outras ações. E por ser o mais antigo da cidade, somos sempre lembrados por quem quer instalar uma grande operação em Porto Alegre”, avalia Andrea.
Nesta semana, as atenções do centro de compras se voltam para o Natal, que tem sua campanha começando nesta quarta-feira, e, nos próximos dias, para a Black Friday. No Iguatemi, a promoção de descontos foi ampliada para uma semana, a partir do dia 25 de novembro. Somando as duas promoções, o shopping center fará o sorteio de três automóveis, em cupons trocados por notas de compras feitas no local. Aberto em 1983, o Iguatemi abriga 373 operações, das quais 80 são exclusivas na Capital.

Fonte: Jornal do Comércio