Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Hering abre plataforma de social selling para pessoas físicas

Hering abre plataforma de social selling para pessoas físicas

Desde a última semana de março, a Cia.Hering vem trabalhando com uma ferramenta de vendas pela internet chamada de Social Selling, que possibilita a venda no site da empresa por meio de vouchers de descontos personalizados e comissionamento. A plataforma foi desenvolvida em apenas uma semana e representou quase 10% do movimento do e-commerce em abril e 20% em maio – impulsionado pelo Dia das Mães.

Hoje, mais de 2 mil pessoas atuam na plataforma. Até então, a novidade era utilizada apenas por franqueados, multimarcas e colaboradores, mas agora será disponibilizada também para pessoas físicas.

“O sucesso tem sido tão significativo que criamos uma unidade de negócio para gerir a plataforma e expandir a iniciativa, gerando fluxo de novos consumidores no ambiente omnichannel”, diz o diretor de novo varejo e consumidor da Cia. Hering, Filipe Albuquerque, em comunicado enviado à imprensa.

Cadastro: De acordo com a empresa, ao longo de julho será disponibilizado um link de acesso ao site para que os interessados possam se cadastrar. As instruções serão divulgadas nas redes sociais da marca. Todas as pessoas com CPF e acima de 18 anos podem se cadastrar.

Estratégia de vendas: A Cia. Hering explica que o objetivo é “estimular um comportamento empreendedor nas pessoas.” Assim, cada um poderá traçar sua própria estratégia de divulgação e concessão de vouchers de desconto.

Comissionamento: A plataforma apura os valores das vendas mensalmente e a equipe da Cia. Hering realiza a conferência para liberar o pagamento da comissão. Os 10 afiliados com a melhor performance recebem em dobro.

Além do Social Selling, a marca habilitou os serviços de “ship from store”, que transforma as lojas em centros de distribuição, e a venda via WhatsApp, habilitada nas redes sociais e nos sites, que direciona o cliente para a loja mais próxima. Neste caso, as vendas são feitas em delivery ou drive-thru, de acordo com as restrições regionais.

A Hering também está em marketplaces e aplicativos de entrega e afirma que está testando a venda de produtos complementares de terceiros em seu próprio site.

Fonte: PEGN