Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » Dídio Pizza lança chatbot para pedidos feitos via Facebook

Dídio Pizza lança chatbot para pedidos feitos via Facebook

A rede paulista de pizzarias, Dídio Pizza, foi a mais recente empresa a entrar no mundo do chatbot. Assim como outras empresas que a NOVAREJO já testou, a rede escolheu a integração com o Messenger do Facebook para promover a experiência do cliente.

Segundo a divulgação da empresa, por meio da assessoria de imprensa, o serviço conta com inteligência artificial para que o processo de compra não demore mais de 1 minuto. Ainda conforme a assessoria, o robô adota textos intuitivos e simples para garantir a rapidez e assertividade no atendimento.

A partir da experiência, o pedido seria enviado para uma central da Dídio, que distribuiria a solicitação para a loja mais próxima de acordo com o CEP disponibilizado pelo cliente.

Com essas informações em mãos e muito desejo por pizza a NOVAREJO decidiu testar o serviço garantido o almoço da redação por meio da plataforma. Confira como foi a nossa experiência:

1. Primeiro passo

Assim como nos outros testes, o primeiro passo foi acessar a conta da Dídio Pizza no Facebook e começar uma “conversa” com o robô selecionando o botão de “Enviar Mensagem”.

Com a janela de chat aberta, aparece para o usuário o botão com a palavra “Começar”, uma forma que os programadores colocaram para acordar o robô.

Ao clicar, o robô se apresenta: “Olá! Sou o bot da Didio Pizza. O jeito mais rápido e prático de pedir Didio Peça seu Combo por aqui e não pague taxa de entrega. Para começarmos preciso saber onde você está. Digite seu CEP por favor”.

2. Localização

A redação fica no Centro de São Paulo então, achamos que seria fácil encomendar de qualquer uma das 26 lojas da rede, mas não foi o que aconteceu.

“Putz, sinto muito, ainda não consigo entregar sua pizza nesta região. Enquanto isso os meus amigos abaixo poderão fazer seu pedido, é só escolher”, me respondeu o robô ao digitarmos o CEP daqui da empresa.

3. Experiência frustrada

Ao dizer que não consegui atender na região central, o chatbot me sugere outras formas de eu fazer pedido e me dá a opção de acessar o site da rede ou baixar aplicativo Android ou iOS.

Tentamos então, outro CEP de um colega da redação que mora próximo a Paulista (sim, queremos muito almoçar pizza hoje!), mas o robô não entendeu quando digitamos o CEP e me questionou se eu gostaria de pedir um combo ou ver o cardápio.

4. Não desistimos nunca!

Você já deve ter ouvido a expressão que brasileiro não desiste nunca, né? Isso porque você não conhece a nossa equipe quando o assunto é pizza. Continuamos insistindo e pedimos para o robô nos mostrar o cardápio.

O robô, que segundo a empresa possui inteligência e agilidade, disse que ainda não conhece o cardápio e pediu, novamente, que baixássemos os aplicativos e/ou acessássemos o site.

5. Continuamos insistindo

Foram testados, ao todo, sete CEPs diferentes de regiões: do Centro a Pirituba, passando pelo Brooklin, andando por Água Branca e ainda insistindo lá em São Bernardo, mas, infelizmente, precisamos desistir.

Apenas em Água Branca e São Bernardo o chatbot identificou pizzarias próximas, mas disse que só poderia receber pedidos para esses restaurantes a partir das 18h.

Ô NOVAREJO, DÁ AÍ O VEREDITO

Infelizmente, mais uma vez, o chatbot não melhorou a experiência do cliente. Neste caso, pelo contrário, nos deixou sedento por comida, mas chateados por ter que acessar o site ou baixar o aplicativo para fazer o pedido.

O robô da Dídio trava e não entende quando digitamos CEP. Para que funcione novamente, é preciso pedir para começar uma nova conversa, toda a partir do primeiro passo. Pouco ágil e muito estressante.

Em resumo: O chatbot da rede de pizzarias ainda tem muito que melhorar antes de prometer que pode fazer pedidos rápidos de pizzas por São Paulo.

A Dídio falou!

Um dia após a publicação da reportagem, a assessoria de imprensa da Dídio divulgou nota para dizer que houve um equívoco no fornecimento das informações pela equipe de comunicação. Segundo a empresa, o serviço estava funcionando em caráter de teste e por isso o chatbot só atendia a região da Lapa.

A empresa disse ainda que, a partir de terça-feira (22/8), o serviço conta com a ajuda das 26 lojas em sua logística, mas que não estará disponível para almoço.

Na nota, Fernando Biazini, responsável pela implantação do sistema na rede da Dídio, disse que “problemas ainda podem ocorrer, mas a Dídio Pizza está empenhada em revolver todos os empecilhos o mais rapidamente possível. Lamentamos o problema com a experiência que a redação de No Varejo teve e nos colocamos à disposição para quaisquer esclarecimentos que vocês venham a ter”.

Fonte: Novarejo

Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook