Twitter Facebook Linkedin
Home » SBVC na Mídia » Desmaterialização do dinheiro é acelerada pela pandemia

Desmaterialização do dinheiro é acelerada pela pandemia

Com consumidores cada vez mais conectados a desmaterialização do dinheiro era algo que já vinha acontecendo e foi acelerado pela pandemia. Os pagamentos digitais realizados por meio do e-commerce, aplicativos e outros tipos de transações remotas também se mostraram relevantes para a sociedade na quarentena. Na rede de meios de pagamento DinDin Pag os links de pagamento, utilizado para cobranças à distância, representam 60% dos pedidos feitos no período.

Os dados do 1º trimestre de 2020 da Abecs, associação que representa o setor de meios eletrônicos de pagamento, revelou que as compras não presenciais com cartões chegaram a R﹩ 86,7 bilhões no 1° trimestre, com crescimento de 23,2%. Assim como o e-commerce, a compra por aproximação, que já vinha sendo incentivada pelo setor de cartões, vem ganhando maior destaque entre os usuários. De acordo com o levantamento, a modalidade registrou crescimento de 456% no período, movimentando R﹩ 3,9 bilhões. Em março, já sob os efeitos do isolamento social, a alta foi de 385%, com volume de R﹩ 1,4 bilhão.

Já os números apurados pela Associação Brasileira de Franchising, ABF, sobre os resultados do último TRI revelam que as franquias dos segmentos de Comunicação, Informática e Eletrônicos tiveram crescimento de +6,9%, sendo elas estimuladas pela consolidação de empresas de tecnologia em meios de pagamento.

Lançada oficialmente em março deste ano a DinDin Pag, marca originada da CredFácil, já conta com quase 30 operações. “Oferecemos aos nossos clientes a opção de cartão pré-pago, pagamento por link, além de pulseira para pagamento por aproximação. São formas práticas e muito mais higiênicas para realizar uma compra, já que não existe contato, explica Robson Carvalho, CEO da DinDin Pag.

De acordo com a segunda edição do estudo ‘Panorama dos meios de pagamento no varejo brasileiro’, desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) em parceria com a OfferWise, fornecedor global de insights, a adoção de meios de pagamento como apps e carteiras digitais foi acelerado pela pandemia: 70% das empresas entrevistadas fizeram alguma mudança em sua estratégia de meios de pagamento nos últimos 12 meses e 58% modificaram suas estratégias para lidar com os efeitos do Covid-19.

Fonte: Mapa das Franquias