Twitter Facebook Linkedin
Home » Notícias » 9 em cada 10 pesquisam on antes de comprar off

9 em cada 10 pesquisam on antes de comprar off

Por outro lado, 63% dos consumidores afirmar visitar lojas físicas antes de comprar no e-commerce
O comportamento do consumidor está mudando, definitivamente. Pesquisa mostra que nove em cada dez consumidores brasileiros, com acesso à internet, afirmam ter o hábito de fazer pesquisas pela internet antes de realizar compras no varejo físico.
A informação é do estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pelo portal de educação financeira ‘Meu Bolso Feliz’, divulgado hoje.
De acordo com o levantamento, o comportamento é frequente em todas as faixas etárias, mas surge com mais força entre as pessoas com idade entre 18 e 34 anos (93%).
Os produtos que mais geram pesquisa antes de se efetivar a compra na loja física, segundo o estudo, são os produtos eletrônicos (75%). Seguido dos eletrodomésticos (58%), calçados (32%), vestuário (29%), livros (26%) e cosméticos e perfumes (24%).
Outro dado revelado pelo estudo indica que 62% dos consumidores utilizam sites com ferramentas de comparação de preços e de características dos produtos. Em seguida aparecem os sites que mensuram o índice de reclamação de marcas e produtos (54%). Completando a lista dos mais consultados, estão os sites de comércio eletrônico (47%), redes sociais (39%) e blogs especializados (36%).
Por outro lado, 63% dos consumidores virtuais afirmam que tem o costume de visitar lojas físicas antes de realizar compras no e-commerce. Segundo o levantamento, esse número sobe para 66% entre os homens.
As categorias de produto que lideram neste caso são os eletrônicos (63%), eletrodomésticos (53%), calçados (37%) e peças do vestuário (30%).
Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, esse hábito cria oportunidades para o varejo aumentar o fluxo de clientes, demonstrando e oferecendo novos produtos e vantagens aos consumidores. “A convergência do processo de compras entre lojas físicas e virtuais potencializam a geração de novos negócios para os varejistas. Mesmo quando uma compra é feita em um canal, o outro pode ter influência significativa na decisão de compra. Desta forma, mesmo que a compra não seja feita na primeira loja visitada, representa uma oportunidade para o consumidor conhecer outros produtos e serviços disponíveis”, destaca a economista.
Vantagens e desvantagens do e-commerce
45% dos consumidores virtuais preferem as compras on-line contra 18% que escolhem as lojas físicas.
De acordo com a pesquisa, 41% dos entrevistados disseram ter realizado ao menos 30% de todas as suas compras mensais por meio do varejo eletrônico. Um percentual significativo, 10%, disse que entre 90% e 100% de suas compras foram feitas no e-commerce.
Para os respondentes, as vantagens das compras on-line são os preços mais em conta, comodidade de comprar tudo com alguns clicks, maior variedade de produtos, mais disponibilidade de informações, agilidade no ato da compra, facilidade para escolher os produtos e melhores formas de pagamento.
As principais desvantagens citadas pelos consumidores foram ansiedade e a insegurança por não contarem com o produto em mãos de imediato, além da dificuldade para trocar o item adquirido.

Revista No Varejo on-line – SP